Carolina Klein

Carolina Klein
 

PLANO DE AÇÃO PÓS-ANTIBIÓTICO

O antibiótico destrói a flora intestinal, destruindo tanto as bactérias patogênicas (malvadas) quanto as bifidobactérias (as do bem!). Desta forma, precisamos repor sua flora para que evite constipação e doenças que possam surgir.

- Indicado o uso de um simbiótico ou pró-biótico;
- Abuse de frutas e verduras: alimento para as bactérias boas;
- Use apenas cereais integrais;
- Evite açúcar, álcool, carne de gado e carne de porco, pois em excesso, alimentam as bactérias ruins;
- Beba muita água;
- Use frutas secas e desidratadas: pêra, manga, abacaxi, maçã, ameixa, damasco;
- Frutas oleaginosas como nozes e castanhas também são bem vindas.

Cuide de seu intestino, ele é a base de sua saúde!

 

BONS E MAUS ALIMENTOS

Existem alimentos que nos trazem benefícios (frutas, verduras, cereais integrais, gorduras mono e poliinsaturadas, frutas oleaginosas, sementes e grãos) e alimentos que nos prejudicam (açúcar, industrializados, corantes, conservantes, alimentos com alto teor de sódio e gordura saturada)

Vamos à lista do que os maus alimentos causam:
- Aceleram o processo de envelhecimento;
- Engordam;
- Provocam problemas digestivos com inchaço, distensão abdominal, gases e cólicas;
- Dão sono e provocam sensação de letargia;
- Destroem a concentração;
- Provocam alterações de humor;
- Atingem de maneira adversa a fertilidade;
- Provocam ataques insidiosos que enfraquecem as juntas e entopem as artérias, aumentando o risco de cardiopatia e artrite;
- Estreitam e endurecem as artérias – ideal para a formação de trombos;
- Promovem atividades tóxicas dentro do corpo que, anos depois, podem tornar-se tumores;
- Enfraquecem a imunidade;
- Provocam cefaléia e crises de asma;
- Aumentam a dor e os sintomas da artrite;
- Fazem com que a pele, cabelos e unhas fiquem com aparência feia, seca e mal nutrida.

Vamos à lista do que os bons alimentos causam:
- Aumentam seu poder de raciocínio;
- Melhoram seu humor;
- Reduzem seu estresse;
- Aumentam sua vitalidade;
- Deixam seu coração mais saudável;
- Ajudam a combater o envelhecimento;
- Auxiliam as defesas contra câncer e uma série de doenças;
- Ajudam a afastar gripes e resfriados;
- Evitam cefaléia e crises de asma;
- Atacam bactérias e vírus;
- Aumentam a fertilidade;
- Deixam a pele, cabelo e unhas mais bonitos;
- Reduzem gordura e açúcar circulante na corrente sangüínea.

Pense nisso e faça sua escolha. Afinal, você é o que você come!

 

DIETA DA FERTILIDADE

Carboidratos
Neste quesito o que conta é a qualidade, não a quantidade. Fontes de carboidratos de baixo índice glicêmico são as preferidas, ou seja, grãos e cereais integrais. Elas aumentam as chances de fertilidade. Já o arroz branco e o pão francês têm efeito inverso, interferindo no encontro entre o óvulo e o espermatozóide, cuidado!

Gorduras
São a matéria – prima dos hormônios sexuais. Mas não serve qualquer tipo...As gorduras poliinsaturas como óleo de canola protegem o aparelho reprodutor feminino. A gordura trans, por sua vez (leia-se gordura vegetal hidrogenada), é inimiga da ovulação. Se apenas 2% da dieta for proveniente deste tipo de gordura a fertilidade fica à perigo! Uma porção de batata frita já seria o suficiente para estourar o indicado.

Proteínas
Se você quer engravidar, prefira as de origem vegetal como feijões, lentilha, tofu e nozes que favorecem a ovulação. Os peixes e ovos embora excelentes fontes de proteína não auxiliam neste aspecto. Já o excesso de carne vermelha e de aves aumenta em 1/3 a chances de problemas na concepção. Mas calma, não devemos eliminar as proteínas de origem animal. A carne vermelha é rica em vitaminas do complexo B, fundamental para a fertilidade. A dica é o bom senso...prefira peixes e carne vermelha!

Laticínios
Só os integrais são bem vindos, pois auxiliam pela presença de gordura. Já os desnatados atrapalham. Isso acontece porque na ausência de gordura, muda o balanço dos hormônios sexuais. Um copo de leite integral por dia já aumenta as chances de ter um bebê. Mas não se desespere, se você é adepta do leite de soja já está ingerindo as proteínas de origem vegetal!

Exercício
Se você pretende engravidar precisa mexer o esqueleto! Os cientistas estão convictos de que sedentarismo diminui a fertilidade. Isso deve-se ao fato de a insulina ficar em excesso na corrente sanguínea propiciando um desarranjo hormonal. Mas o excesso de malhação também pode frear a menstruação e ovulação. A dica é o equilíbrio! Se você está dentro do peso, 30 minutos diários são suficientes. Se está acima do peso, prefira 1 hora de atividade.

Mãos à obra e boa sorte!

 

DICAS PARA DIAS DE FESTAS

Principal: Nunca chegue aos eventos com fome, você comerá além do necessário. Ingira pelo menos uma fruta antes de sair de casa

Aniversários e chás de clubes: Geralmente a refeição é um coquetel. O que fazer?
Sirva-se de tudo o que tiver vontade em um prato e coma lentamente. Ao terminar não repita. Se possível beba água, refrigerante light ou chá sem açúcar.

Casamentos, formaturas e bailes: Geralmente há um jantar com sobremesa. Olhe o buffet antes de se servir. Sirva-se de muita salada, uma carne magra e acompanhamento (se não for frito). Nada de servir arroz + purê de batata ou arroz + lasanha. Na hora da sobremesa coma apenas se ainda não tiver ultrapassado a cota da semana e se realmente valer a pena. Beba moderadamente. Se beber intercale com a água para reidratar e evitar embriaguês. O ideal é optar por água ou refrigerante light.

Feijoada: Forre o prato com couve. Sirva uma colher de mesa de arroz e uma concha da feijoada (nada de pegar rabo e afins, apenas o feijão e o caldo). Acrescente uma colher de sopa de farofa (sem o bacon) e pedaços de laranja. Você vai se sentir muito saciado (a) devido a grande quantidade de couve e também pela presença da laranja.

Churrasco: Coma a carne e retire a gordura visível. Use a farinha de mandioca torrada (reduz a absorção de gordura). Sirva muita salada e prefira o arroz à salada de maionese. Evite a sobremesa ou use a regra da semana. A bebida terá sempre a mesma regra.

 

COMO MELHORAR A IMUNIDADE

- Suco de couve com fruta (3 vezes por semana);

- Semente de linhaça (diário);
- Castanha do pará (2 unidades/dia);
- Trocar margarina por manteiga sem sal;
- Trocar geléia industrializada por geléia caseira ou mel;
- Comer no mínimo 3 frutas/dia;
- Comer no mínimo 1 porção de verduras/dia;
- Água;
- Uso de lactobacilos.

Consulte um nutricionista para mais informações!

 

10 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE NUTRIÇÃO

1 - A dieta rica em gordura (especialmente saturada) e com elevado teor de sal está associada a maior risco de problemas cardíacos (maior causa de morte mundial).

2 - Estima-se que 1/3 dos casos de câncer poderiam ser evitados alterando a dieta. A dieta rica em fibras e cereais integrais e pobre em gordura saturada tem o potencial de evitar inúmeros tipos de câncer entre eles: cólon, estômago e mama.

3 - Muitos especialistas em fertilidade acreditam que uma dieta inadequada, com alto de teor de gorduras, açúcar e alimentos processados e pobre em nutrientes essenciais à fertilidade pode levar a esterilidade (tanto de homens quanto de mulheres) e aumentar o risco de aborto.

4 - Dieta com alto teor de gordura, açúcar e sal resulta no aumento de peso e eleva o risco de obesidade. Excesso de peso não só aumenta o risco de cardiopatias, diabetes, esterilidade e câncer: também está associado à estafa, baixa auto-estima e baixo desempenho mental e físico.

5 - A dieta insalubre aumenta o risco de depressão e humor instável. Também está ligada à TPM, compulsão de comer e ansiedade.

6 - Dieta com alto teor de aditivos, conservantes e açúcar refinado pode provocar perda da concentração, hiperatividade e agressão, porque aos alimentos com alto teor de açúcar e aditivos falta o cromo, que é removido no processo de refinação e branqueamento. O cromo é necessário para o controle dos níveis de açúcar no sangue (quando os níveis estão descontrolados, podem provocar problemas comportamentais).

7 - A dieta com baixo teor de cálcio (necessário para fortalecer os ossos), eleva risco de osteoporose. Importante: nada adianta se entupir de suplementos de cálcio se não tivermos a presença de vitamina D e atividade física para sua fixação.

8 - Dieta pobre em nutrientes sobrecarrega o fígado. Para termos uma saúde perfeita, nosso fígado precisa estar em ótimas condições. Infelizmente, nosso fígado não dá conta de grandes quantidades de gordura saturada e álcool, e isso pode levar a problemas no fígado e rins, tais como nefropatias e até mesmo cirrose.

9 - Dieta com alto teor de açúcar pode elevar a glicose sanguínea, resultando em problemas como o diabete mellitus. Seus sintomas mais comuns são: sede, necessidade freqüente de urinar em razão do excesso de glicose sanguínea, problemas visuais, cansaço, infecções freqüentes, tremores, tonturas e vontade de comer doces.

10 - Dieta pobre pode comprometer o sistema imune e torná-lo mais suscetível a resfriados e uma saúde ruim. O consumo constante e equilibrado de vitaminas e minerais essenciais é que nos protegem contra infecções e doenças.

 

ESTIMULANDO SEU FILHO

A hora da refeição nem sempre é uma tarefa fácil para os pais. O importante é não desistir e deixar tudo cair na “mesmice”.
Para ajudar seguem algumas dicas:

Como estimular a criança a comer:
- Momento de prazer: não brigar ou trazer problemas na hora das refeições.
- Cardápios coloridos: As cores ajudam a compor a apresentação dos pratos e são ótimas para atrair a atenção e o apetite das crianças. Frutas, legumes e folhosos.
- Alimentos preferidos: Sempre que possível inclua alimentos preferidos pela criança durante a refeição, desta forma ela aceitará melhor os outros alimentos.
- Importância da alimentação: Explique a função dos alimentos e sobre a variedade e não conter apenas biscoitos e doces.
- Modo de preparo: A família deve ter o mesmo cardápio, adapte apenas a faixa etária. (Ex. Ao invés de assar a carne, cozinhe e desfie para que ela aceite melhor o alimento).
- Insistir com novidades: Nem sempre a criança concorda em comer algo que lhe é oferecida pela primeira vez (algumas provam de oito a dez vezes até aceitar o alimento).

 

VOCÊ É O QUE VOCÊ COME!

Quando pensamos em saúde a primeira imagem que nos vem à mente é de uma pessoa linda, magra e feliz não é mesmo? Esse é o sonho de consumo da maioria dos indivíduos: um corpo esbelto, músculos definidos, cabelos sedosos, brilhantes e uma pele impecável.

No intuito de atingir tal meta, muitas pessoas acabam se esquecendo de que a saúde do organismo reflete em nosso exterior. Muitos acabam aderindo a dietas estapafúrdias, exercícios extenuantes e em demasia, medicamentos potentes (com efeitos colaterais compatíveis) e acabam se esquecendo do mais importante: sua saúde!

Para atingir o objetivo idealizado, não existe mágica: alimentação balanceada, exercício físico e bom senso. Reunindo estes itens, pode ter certeza de que você será magro, feliz e saudável. E o mais importante: vai manter seu peso, evitando o “efeito sanfona”.

A vida é feita de escolhas, assim como a alimentação. Os alimentos existem e estão à sua disposição, mas vai depender de você e de sua consciência decidirem o que lhe trará benefícios ou malefícios...

Nunca se esqueça de que somos o que comemos, portanto pense bem em que você é e em quem quer se tornar e mãos à obra! Ou melhor: ao prato! Boa sorte!

 

FUTURA MAMÃE

Você sabia que?
O consumo aumentado de Vitamina D e Ômega-3 antes e durante a gestação reduz as chances de seu bebê desenvolver doenças auto imunes como Diabete Mellitus. Além disso, este consumo pode aumentar o Quociente Intelectual (QI) do seu bebê e ainda fortalecer o sistema imunológico.

Consulte um nutricionista!

 

FITOQUÍMICOS

Você sabia que?
Os fitoquímicos são responsáveis por nos proteger de doenças e por fortalecer nosso sistema imune. O fitoquímico é proveniente do metabolismo secundário da planta, podendo ser considerado o “anticorpo” das plantas. Diversos estudos têm demonstrado, que pelo fato de o fitoquímico ser uma forma de defesa da planta, quanto mais “agredida” ela for, maior será o teor desta substância. Portanto, prefira hortaliças e frutas orgânicas, pois o uso de agrotóxicos e até mesmo as produzidas em estufas estão menos expostas ao ambiente e por este motivo produzem menor teor de fitoquímicos (carotenóides e flavonóides).
Outra dica importante: consuma no mínimo 3 porções de frutas e 1 porção de hortaliças ao dia, pois o fitoquímico possui meia vida útil e precisa ser reposto durante o dia.

Consulte um nutricionista!

 

O QUE É INTOLERÂNCIA À LACOSE?

Intolerância à lactose nada mais é do que a baixa ou nula produção de lactase pelo organismo humano. A lactose é o açúcar contido no leite e seus derivados e a lactase uma enzima que o degrada. Sem lactase, a lactose se acumula na mucosa intestinal e acaba fermentando, causando sintomas de distensão abdominal e flatulência. Além disso, muitas pessoas se queixam de náuseas, vômitos e diarréia e piora nos sintomas de rinite, alergias e asma. Outro efeito muito comum é a constipação.

O importante é ficar atento aos sinais: distensão abdominal, cólicas, flatulência, borburigmo (gases no líquido intestinal), náusea, vômito, diarréia, constipação e desconforto ao consumir leite e derivados. Devido à própria intolerância, há o dano à mucosa intestinal desencadeando a hiperpermeabilidade intestinal e que pode envolver outros alimentos além dos lácteos.

Pessoas com Intolerância à lactose normalmente preocupam-se com a exclusão dos lácteos, por serem difundidos como as melhores fontes de Cálcio. É importante frisar que o leite de vaca e seus derivados são ricos em cálcio, mas que o mesmo é pouco biodisponível (mal absorvido), e que outros alimentos possuem melhor absorção. Dentre eles:

Brócolis, gergelim, couve verde, repolho, semente de abóbora, tofu (queijo de soja), leite de soja com adição de cálcio, feijão branco e amêndoa.

 

RESPEITAR O PRAZO DE VALIDADE É IMPORTANTE?

A Organização Mundial de Saúde (OMS), estima que a cada ano, 30% da população mundial tenha sofrido de intoxicação alimentar ao menos 1 vez. Na maioria dos casos o descuido acontece dentro de casa: ignoram o prazo de validade.

Com a chegada da estação mais quente os riscos aumentam. Água mineral e outras bebidas podem ser contaminadas por bactérias devido à integridade da embalagem e o prazo que varia de 8 a 12 meses deve ser respeitado. Pão de forma é outra fonte de intoxicação, as pessoas pensam que por estar na geladeira podem guardar o pão por semanas. Só porque o fungo não está visível, não significa que não esteja presente.
Embutidos e queijos fatiados, quando percebemos uma substância pegajosa nas fatias, é a presença de bactérias e devemos evitar o consumo. Alimentos prontos (pizza, arroz, sobras do almoço) devem ficar no máximo 24horas armazenados em refrigerador. Após este tempo, aumenta e muito a proliferação de fungos e bactérias.
Alimentos recém preparados devem ser armazenados ainda quentes na geladeira ou as bactérias vão se multiplicar. Nada de deixar esfriando na pia ou bancada. Isso aumenta muito pouco o gasto de energia e não estraga a geladeira.

Consumindo alimentos deteriorados, além do risco de intoxicação alimentar causamos um desequilíbrio da microbiota intestinal, com isso diminuimos a absorção dos nutrientes e aumentamos a chance de desenvolver doenças, principalmente em pessoas imunodeprimidas, idosos e crianças.

 

PARA REFRESCAR - SMOOTHIES

Com o calor chegando, os lanches pedem algo leve e nutritivo para ajudar seu organismo a se manter saudável! Uma boa pedida são os smoothies.

Smoothies são bebidas preparadas com frutas congeladas que são processadas até virarem purê. Vale qualquer alimento leve para acompanhar: leite de soja, iogurte natural, quinua, aveia, linhaça. Essa bebida lembra em muito um milk shake, menos nas calorias. Um copo de milk shake nas redes de fast food pode chegar a 400 calorias – contra as 95 de um smoothie. Além de fácil de preparar, é muito refrescante.

Lá vai a dica:
Separe 1/2 xícara de morango congelado,
½ xícara de melão espanhol picado,
3 folhas de hortelã fresca,
2 pedras de gelo e ¼ de xícara de água.
Bata todos os ingredientes por três minutos e sirva a seguir.
Pode trocar a água por leite de soja também.
Se preferir mais doce, adicione 1 colher de cafezinho de açúcar demerara ou mascavo.
Prepare com as frutas de sua preferência e refresque-se!

 

FESTAS DE FINAL DE ANO - O QUE FAZER?

Para passar o Natal e Ano Novo comemorando e mesmo assim mantendo os cuidados com sua alimentação, siga as seguintes dicas:

- Faça lanches e refeições a cada 3 horas inclusive nos dias de festa;
- Coma um lanche com frutas e cereais antes da ceia para evitar que sinta muita fome e coma além do necessário;
- Decida-se por uma sobremesa (a que você mais gosta), sirva apenas uma porção, não prove de todas um pouco, você perde a noção de quanto comeu.
- Ceia de Natal = Muita salada, use a criatividade com passas, damascos, castanhas, tâmaras, figos, frutas, tempero verde, azeite de oliva, azeitonas e tudo que sua imaginação permitir. Evite misturar ou exagerar nos carboidratos, opte por um deles!
- Ceia de Ano Novo vale a mesma regra, controle também o consumo de bebida alcoólica, mais comum neste dia. Aproveite para dançar ou caminhar para queimar as calorias em excesso...
- Aproveite o clima de verão e sirva uma mesa com muitas frutas, corte-as de forma diferente, tornando a decoração mais alegre e colorida;
- Procure consumir a carne de porco (quantidade moderada) com farinha de mandioca, isso diminui a absorção de gordura. Se fizer farofa sirva-se em menor quantidade e dispense o bacon;
- Seguindo estas dicas você vai curtir as festas sem descuidar da sua saúde e sem ganho de peso;
- Se exagerar na bebida alcoólica na virada de ano, segue uma dica para desintoxicar:

Suco para curar Ressaca (1 Porção - 98 Calorias)

Maçã:1 unidade média descascada
Cenoura: 1/2 unidade descascada
Aipo: 1 talo pequeno
Água de Coco: uma caixinha ou água de um coco

Pique a maçã, a cenoura e o aipo e bata no liquidificador com água de coco. Beba em seguida. Use de 2 a 3 copos neste dia. Se não tiver água de coco pode usar suco de laranja ou água.

 

COMO PREPARAR UMA INFUSÃO:

Ingredientes:
- 2 colheres de chá da erva do chá branco ou verde ou da erva escolhida
- 200 ml de água

Preparo:
Ferva a água. Após, acrescente a erva. Deixe tampado com um pires por 10 minutos, após retire, coe e beba a seguir.

É possível preparar 1 litro de chá (2 colheres de sopa da erva), mas infelizmente o chá oxida e perde suas propriedades funcionais. Prefira preparar e beber na hora.

Este chá atua como antioxidante (reduzindo a produção de radicais livres, toxinas que podem causar doenças). Os radicais livres são produzidos também em processos de emagrecimento. Além disso, o chá verde ou branco acelera o metabolismo e favorece o emagrecimento.

 

INVERNO

É bem verdade que no inverno temos mais apetite, mas também é verdade que gastamos mais calorias. Isso ocorre porque no inverno a temperatura externa é muito mais baixa do que a temperatura corporal, forçando o organismo a gastar mais caloria para manter nosso corpo aquecido. Se comermos a mesma quantidade e tipo de alimentos, porém aquecidos, já conseguimos amenizar a sensação de fome e assim manter o peso.
Algumas dicas básicas:
- aqueça as frutas e acrescente canela (ela dá maior sensação de saciedade)
- no jantar, use sopas e leguminosas como feijões, lentilhas e ervilhas cozidas. aproveite para polvilhar com gergelim ou amaranto para maior absorção de cálcio
- faça leite de soja aquecido e acrescente alfarroba ou cacau em pó para adocicar, assim você prepara um achocolatado saudável - use mais oleaginosas e frutas secas no lanche da tarde, para garantir maior aporte ao sistema imunológico
- se tiver dificuldade em comer apenas folhas cruas, acrescente os legumes refogados para ter maior saciedade e prazer ao comer
- use chá para se aquecer, mas sem esquecer de beber água. Prefira infusão a chás de saquinho
- se você pratica esportes, como corrida, e quer se proteger do ar frio do inverno, use gengibre antes do exercício para aquecer as vias respiratórias e não poder dar a velha desculpa de fugir do exercício no frio!
- para saber como preparar a fruta aquecida acesse o link receitas (frutas com canela)

Com estas dicas o inverno não vai pesar na sua balança!

 

GRIPES E RESFRIADOS

O que é? Infecção aguda de origem viral. Os sintomas são: coriza, tosse, enxaqueca, mal-estar, dores no corpo e febre. Como existem inúmeros tipos de vírus da gripe, nosso sistema imune precisa estar bem preparado para evitar que nosso organismo contraia uma gripe! Estudos americanos sugerem que uma alimentação adequada é tão eficiente quanto medicação. Algumas dicas:

- Alimentar-se com alimentos protetores e antivirais
- Beba bastante líquido, auxilia na hidratação das mucosas congestionadas (30ml por quilo de peso);
- Repouse, economize energia para o organismo combater os vírus;
- Em caso de complicações procure um médico, pois medicação pode ser necessária.

Como o alimento pode combater a gripe?
Alimentos quentes e picantes contêm substâncias que fortalecem o sistema imunológico.

Alguns alimentos protetores:
- Alho: contém alicina (antibacteriana e antiviral): 2 a 3 dentes crus (calor destrói esta propriedade).
- Frutas cítricas, couve, pimentão, brócolis e espinafre: ricos em betacaroteno, flavonóides, vitaminas C e E que protegem dos causadores de infecções (radicais livres) 2 a 3 porções de frutas cítricas e 4 a 6 tipos de saladas e legumes/dia.
- Mostarda, pimenta vermelha, gengibre: estimulam a circulação de fluxo do muco, aliviando as áreas congestionadas, agem como expectorante e descongestionante, 3 vezes por semana adicionados em temperos de saladas e alimentos.
- Cebola (quercitina): antiviral e antibacteriana.
- Sopa de galinha: possui cisteína que age como expectorante, tomar bem quente e temperada com alimentos protetores (alho, cebola, salsa, mostarda, pimenta, etc.); a dose recomendada é de um a dois pratos ao dia.
- Cravo: antiinflamatório, cicatrizante e analgésico. Dose diária em forma de bebida quente (chás).
- Chás: alcaçuz (anestésico), tanchagem (antibiótico) e macela (expectorante).
- Mamão: possui papaína, suaviza afecções brônquicas, usar mamão assado com mel, ótimo expectorante.
Abacaxi: protege as vias aéreas e fortalece o sistema imune, use abacaxi fervido com gengibre e hortelã para amenizar sintomas de gripe.

O que não ingerir quando estou gripado, pois diminui a imunidade?

- Sal: embutidos e enlatados e sal adicional desidratam o organismo.
- Leite: produz muco, coriza e catarro podendo evoluir para sinusite (isso vale também para os derivados do leite).
- Açúcar refinado: facilita a proliferação de micróbios no organismo.
- Alimentos gordurosos: diminuem a imunidade, pois prejudicam a absorção de vitaminas e minerais.

Receita contra gripe*:

Ingredientes: ½ xícara de caldo de galinha natural (100 ml);
3 colheres de chá de gengibre ralado (15g);
1 colher de sopa de molho de soja sem glutamato monossódico (15g),
2 colheres de chá de óleo de canola ou arroz (10 ml);
1 pimentão verde cortado em cubos (100g);
1 xícara de ervilhas (200g);
1 xícara de cenoura cortada em rodelas (150g);
1 xícara de brócolis (150g);
2 dentes de alho (2g);
1 colher de sopa de mostarda (15g);
½ cebola (50g)

Como eu faço?
Misture o caldo de galinha, o molho de soja e o gengibre. Reserve. Numa panela grande refogue a cebola e o pimentão no óleo. Adicione a mistura do caldo. Junte as rodelas de cenoura e as ervilhas cozinhando por 5 minutos sem parar de mexer. Finalmente coloque os brócolis e o alho e cozinhe por mais 2 minutos.

Rende 4 porções / Peso por porção: 200 ml / Calorias por porção: 140

* Receita retirada do livro “Comida um santo remédio” de Joselaine Stürmer

 

NA GELADEIRA TUDO TEM LUGAR CERTO!

O motivo não é apenas estético ou funcional:
é a saúde da família! Bactérias se multiplicam rapidamente entre 4 e 60ºC, por isso é importante observar a regulagem da temperatura, principalmente na mudança das estações, deixando a geladeira na regulagem mais fria possível.
Não abarrotar a geladeira ou fechar as grades das prateleiras: os alimentos devem estar organizados para facilitar a circulação de ar frio. Esse ar é produzido na parte superior e por ser mais pesado que o ar quente tende a descer. Sem espaço isso não ocorre da maneira desejada.
Prateleira superior: alimentos perecíveis como laticínios e ovos (evite guardá-los na porta, pois há muita oscilação de temperatura - geladeiras novas possuem porta-ovos móvel). Os frios, coloque na parte mais alta e mais ao fundo por ser mais refrigerado. Nesta área também fica a gaveta de carnes.
Prateleiras do meio: esta área menos fria pode receber sobras de alimentos e doces. Gavetas e prateleiras inferiores: A parte com menor refrigeração deve dar preferência para frutas e hortaliças, que desta forma não murcham ou ressecam.
Porta da geladeira: Por ser aberta várias vezes durante o dia não é ideal para alimentos que precisem de maior refrigeração. Armazene temperos, vidros de conserva e garrafas d'água. Só armazene bebidas e lácteos na porta se forem consumidos logo.

Não coloque laticínios ou outros produtos perecíveis próximos à lâmpada da geladeira para não aquecer e estragar o alimento. Higienize os produtos antes de colocar na geladeira. Não deixe alimentos derramados nas bandejas e gavetas.

 

BRÓCOLIS PODE PREVENIR A OSTEOARTRITE

A osteoartrite é uma doença degenerativa, que destrói gradualmente a cartilagem presente nas articulações. As regiões mais afetadas são as mãos, os pés, a espinha dorsal, o quadril e os joelhos, principalmente de pessoas idosas.

Mas pesquisadores descobriram um alimento que pode ajudar as pessoas acometidas por esta doença: o brócolis.

Rico em um composto fitoquímico chamado sulforafano, o brócolis vem sendo considerado por cientistas uma arma importante no tratamento da osteoartrite. Segundo uma recente pesquisa inglesa (Universidade de East Angliaum), essa substância é fundamental para a proteção de ossos e articulações. Os pesquisadores descobriram que o sulforafano presente no vegetal pode diminuir a destruição da cartilagem. Mas ainda resta saber se essa substância pode penetrar nas articulações e reverter o processo da doença.

Para os cientistas, a descoberta é vital para países em que a taxa de envelhecimento é alta. Segundo os pesquisadores, o propósito da descoberta é prevenir a doença, e fornecer uma melhora significativa em todas as formas de tratamento.

 

BEBIDAS COM AÇUCAR TAMBÉM PODEM ELEVAR A PRESSÃO SANGUÍNEA

O excesso na ingestão de sucos e refrigerantes adoçados pode elevar os riscos de pressão alta e doença cardiovascular tanto quanto uma alimentação rica em sal. Um estudo realizado por uma equipe de cientistas da Escola de Saúde Pública do Imperial College London, da Inglaterra mostrou que beber volumes superiores a 355 mililitros/dia de suco de fruta com açúcar ou refrigerantes em geral pode aumentar a pressão arterial em até 1,6 mmHg (milímetro de mercúrio). Isso significa que, antes da ingestão da bebida, a pressão era de 12 por 8; depois da ingestão passou para 13,6 por 8,8. Aparentemente, quando presente em grandes quantidades no sangue, o açúcar desequilibra o tônus do vaso sanguíneo, e desregula os níveis de sal, aumentando a pressão arterial.

O estudo analisou dados de 2.500 voluntários dos Estados Unidos e da Inglaterra, com idades entre 40 e 59 anos. Os pesquisadores descobriram que pessoas com pressão arterial elevada são ainda mais propensas a desenvolver doença cardíaca consumindo bebidas adoçadas com açúcar.

Beba suco natural sem açúcar, sinta o gosto da fruta que já é naturalmente adoçada com frutose. O mesmo vale para o sal, reduza o consumo e troque por temperos frescos ou secos.

 

SAL E SÓDIO X HIPERTENSÃO

Ao ler um rótulo de produto industrializado, para saber quanto de sal estará consumindo, você precisa multiplicar o valor informado de sódio por 2,5. Ou seja, um alimento com 500 mg de sódio representa 1,25 g de sal (500mgx2,5=1,25g).

A grande confusão acontece porque a tabela nutricional das embalagens não informa a quantidade de sal contida nos alimentos e sim a de sódio - um dos componentes do sal de cozinha e o verdadeiro causador da pressão alta. Para aumentar o problema, o sódio não está apenas em alimentos salgados, mas também em conservantes (nitrito de sódio e nitrato de sódio), adoçantes (ciclamato de sódio e sacarina sódica), fermentos (bicarbonato de sódio) e realçadores de sabor (glutamato monossódico).

Reduzir o sal na dieta é a primeira recomendação que um portador de hipertensão recebe quando vai ao médico. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo diário de sal não deve exceder 6 gramas /dia - uma colher de chá. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) deve lançar em breve uma nova diretriz reduzindo esse valor recomendado para 5 gramas/dia.

Estudo recente no New England Journal of Medicine apontou que diminuir o consumo de sal pode reduzir doenças cardiovasculares tanto quanto parar de fumar, combater a obesidade e controlar o colesterol. Saber quanto você consome é o primeiro passo para poder fazer este controle.

 

Coelhinho da Páscoa o que trazes para mim?
Excesso de peso?! Nem pensar!

Páscoa é sinônimo de chocolate. Para comer sem culpa, conheça um pouco desse alimento e escolha a dose certa para você. Elaborado a partir do cacau, é um fruto abundante em várias regiões do país.
O cacau torrado é amargo. Para obter o doce do chocolate são necessárias algumas combinações:
- Chocolate ao leite é uma combinação de cacau, leite em pó e açúcar;
- Chocolate meio amargo possui maior concentração de cacau e menor concentração de açúcar e em alguns casos, sem leite;
- Chocolate amargo possui a maior concentração de cacau, pouca gordura e açúcar e a grande maioria sem leite;
- Chocolate branco é composto de manteiga de cacau, e não de cacau, sendo portanto mais calórico;
- Chocolate diet não possui açúcar em sua composição, mas apresenta um alto teor de gordura sendo tão ou mais calórico que os chocolates não diet.

Comprovadamente o chocolate apresenta substâncias funcionais conhecidas por Catequinas e Epicatequinas, poderosos antioxidantes e protetores do sistema cardiovascular. Por isso é considerado benéfico ao coração. Mas este poder é conferido ao cacau e para se ter tal benefício precisa ser chocolate amargou ou meio amargo. Do ponto de vista nutricional, o maior inconveniente do chocolate é seu alto valor energético. Portanto, se você não quer engordar não exagere na quantidade, passado o domingo de páscoa volte à sua rotina normal. Truques para não engordar com chocolates:
- Quebre o ovo de páscoa em pedaços menores e coloque em um pote no freezer. Tire apenas uma porção 1x na semana, se comer diariamente vai retomar um velho hábito e ganhar uns quilinhos!
- Guarde os bombons em potes fechados (nada de bombonieres de vidro) e evite comer todos os dias, vai se tornar um hábito, coma 1 a cada 3 dias;
- Se for impossível controlar, peça para alguém da família guardar os chocolates e lhe dar apenas no final de semana;
- Se bater aquela vontade de comer um chocolate, vá caminhar, leia um livro, beba água ou coma uma fruta com canela, mas não ceda à tentação;
- Se você comeu muito chocolate no domingo de páscoa e está constipado faça o seguinte: ferva 10 ameixas em um litro de água e bata no liquidificador, beba durante o dia. A ameixa é um excelente estimulante dos movimentos intestinais;
- Outra dica é liquidificar 1 colher de sopa de semente de linhaça e deixar de molho por uma noite em 200 ml de água. Pela manhã beba a água com as sementes em jejum.
- Não se esqueça: moderação é a chave do sucesso! FELIZ PÁSCOA!

 

ÁGUA E GELO SABORIZADOS PARA O VERÃO

Para hidratar sem comprometer a dieta nesses dias de verão, indico uma água saborizada naturalmente feita com frutas e temperos.

Sugestão:
Rodelas de limão, laranja e folhas de hortelã OU
Morangos picados e rúcula OU
Alecrim e rodelas de laranja OU
Canela em pau e rodelas de limão OU
O que sua imaginação mandar!

Os gelos também podem ser decorados:
coloque um mirtilo ou uma folha de hotelã ou rodela de limão dentro das forminhas de gelo, acrescente água e congele. Sirva com água ou chás. Vai fazer sucesso com as visitas e com as crianças!